fbpx
Noticia

TRANSPORTE FERROVIÁRIO: Governo e CDN discutem tarifa do “Cuamba-Lichinga”



O GOVERNO do Niassa está a negociar com a firma Corredor do Desenvolvimento do Norte (CDN), com vista à redução das tarifas praticadas no transporte de mercadorias no troço ferroviário Cuamba-Lichinga.


Retomado há sensivelmente um ano e meio, o transporte ferroviário entre Cuamba-Lichinga é considerado fundamental na dinamização da economia entre aquelas duas cidades, através do escoamento de produtos agrícolas e outros, de natureza diversa.


O governador da província do Niassa, Arlindo Chilundo, confirma que os comerciantes e outros utentes daquela rota se queixam da tarifa actualmente praticada pela CDN.


Em conversa com o “Notícias”, Chilundo disse estar no bom caminho o trabalho em curso visando a instalação de uma fábrica de produção de rações na cidade de Lichinga.


Esta unidade, segundo avaliação do governador do Niassa, vai dinamizar o sector da avicultura na província.


“A produção está a crescer gradual e significativamente. Na época agrícola de 2015/16 a província colheu 1.180 toneladas e na última campanha subiu para 13.480 toneladas. A nossa meta é alcançar os níveis que satisfaçam as necessidades da futura fábrica e outras de consumo interno”, sublinhou Chilundo.


Entretanto, a carne bovina consumida na província do Niassa continua a ser importada do vizinho Malawi, tendo os governos distritais sido desafiados a, de acordo com as suas características, desenhar estratégias para fomentar o gado bovino e caprino.


Actualmente, os cerca de 21 mil bovinos e 321 mil caprinos que a província possui se concentram nos distritos a sul da província, nomeadamente Mecanhelas e Cuamba.


O Primeiro Plano, desta edição, publicamos, na íntegra, a entrevista concedida pelo governador Arlindo Chilundo.



Jornal Notícias

Related posts

El programa de fomento de empleo agrario generará más de 200.000 jornales en Granada

admin

Juan Orlando toma posesión como presidente de la mitad de Honduras | Internacional

admin

El paro subirá en el cuarto trimestre por primera vez desde mediados de 2013, según BBVA

admin

Leave a Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.